• Blog do curso de Arquitetura e Urbanismo

Unicatólica > Blog do curso de Arquitetura e Urbanismo > DISCENTES > Alunos desenvolvem projeto para teatro e memorial
Alunos desenvolvem projeto para teatro e memorial
DISCENTES

Alunos desenvolvem projeto para teatro e memorial

As disciplinas de projeto, na construção de um pro­fissional de arquitetura e urbanismo, têm o papel de dar aos alunos a oportunidade de exercitar a criação de propostas que, entre outras demandas, atendam a ex­pectativas de clientes, na maioria das vezes, hipotéticos.

Com os alunos de Projeto Arquite­tônico V, do semestre de 2019.1, foi diferente. Na disciplina, que sempre visa uma proposta de equipamento urbano simbólico, eles abraçaram o desafio de desenvolver uma propos­ta para um cliente muito especial: o professor Simão Cavalcante. Figura importantíssima para a cena cultural do município de Banabuiú, o profes­sor Simão tinha o sonho antigo de construir um teatro na cidade para sua companhia, o Coletivo Cotinha de Teatro, cujo nome homenagearia sua mãe, Clô Cavalcante. Além de mãe do diretor-criador da compa­nhia, d. Clô foi também figurinista e principal incentivadora do Coletivo entre os anos de 2000 e 2014.

A ideia, então, foi de um concurso entre os estudantes, em que o pro­jeto seria escolhido pela professora Cláudia Alcântara, que ministrou a disciplina, e Simão, sem que ele co­nhecesse a autoria do projeto.

A professora conta que, tendo em vista o caráter simbólico do projeto, a construção da proposta iniciou-se com um estudo da forma do edifício e das relações que deveria estabelecer com seu entorno, em relação às dimensões dos edifícios e o contexto do bairro, sendo em seguida adaptado o progra­ma de necessidades a ela. Este, que lista e descreve as demandas do pro­jeto, foi construído em conjunto pelos dois professores, Cláudia e Simão, e apresentou, como principais desafios (e desafios existem em todos os pro­jetos) a dimensão estreita do terreno e o atendimento, imprescindível, da acessibilidade. Foi solicitada ainda, dos alunos, a utilização de materiais de construção de fácil acesso, que, em conjunto com a forma do edifício, resultasse em uma proposta estetica­mente interessante, sendo viável eco­nomicamente para o cliente.

Foi escolhido o projeto da aluna Stephanie Alves, sendo que para o espaço dedicado ao memorial do te­atro, foi escolhida a proposta da aluna Dandara Ellen.

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário