• Blog da Extensão

Unicatólica > Blog da Extensão > REUNIÕES > Câmara Setorial de Turismo e Eventos discute descentralização do setor no Ceará
Câmara Setorial de Turismo e Eventos discute descentralização do setor no Ceará
REUNIÕES

Câmara Setorial de Turismo e Eventos discute descentralização do setor no Ceará

Promover o segmento de turismo e eventos explorando as potencialidades de todo o território cearense é uma das principais pautas de discussão da Câmara Setorial de Turismo e Eventos, abrigada no âmbito da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece). No dia 27 de junho de 2019, a 70ª reunião ordinária contou com a presença do presidente da casa, Eduardo Neves, e de representantes de nove instituições de ensino superior e academias. Entre elas, esteve presente a UNICATÓLICA, representada pelo Coordenador Comunitário e de Extensão/NAARTE, Prof. Dr. Michel Araújo.

Para Eduardo Neves, criar emprego e renda gerando riquezas em todo o Estado, interiorizando o desenvolvimento, é o grande objetivo e desafio do Governo do Ceará. O presidente da Adece enfatizou, ainda, sobre a disposição da Agência para contribuir com a câmara no financiamento de trabalhos e estudos capazes de proporcionar o crescimento do setor.

Conforme a presidente da CS Turismo e Eventos, Anya Ribeiro, a maioria das entidades voltadas para este mercado estão concentradas em Fortaleza. A ideia, de acordo com ela, é “ouvir todo o Estado por meio das regiões com potencial de maior desenvolvimento turístico, mas que não contam atualmente com a presença de instituições capacitadas para organizar o setor”.

Linhas de ação

O esforço para a aproximação dos profissionais de turismo e das academias com o objetivo de inserir pessoas qualificadas no mercado de trabalho é a terceira das três linhas de ação traçadas pela CS Turismo e Eventos no trabalho de descentralização do setor no Ceará. A reunião, realizada no dia 27 de junho, faz parte do fechamento de um ciclo baseado no planejamento elaborado em janeiro deste ano. A primeira linha de ação, discutida em abril, consiste em fortalecer e criar entidades nas nove regiões estaduais de destaque no setor. Já em maio, a segunda linha de ação debateu sobre o posicionamento do Ceará como um hub de eventos do Nordeste, tendo em vista a infraestrutura com o Centro de Eventos e o hub aéreo, conduzidos pela Secretaria de Turismo do Estado do Ceará (Setur).

Fonte: Governo do Estado do Ceará (https://bit.ly/2xqrgPr).
Conteúdo adaptado.

 

Por: Eliane Rodrigues

Deixe seu comentário